Comprar maquina digital fotografica



Comprar maquina digital fotografica

Como escolher uma máquina fotográfica

Esta é uma pergunta que amigos, familiares e até desconhecidos me fazem recorrentemente e para a qual o número de respostas possíveis é quase infinito! A problemática subjacente à questão “que máquina fotográfica devo comprar para fotografar em viagem?” pode ter dezenas, para não dizer centenas de soluções, e que vão desde as pequenas compactas automáticas, desafiadas pelas presença permanente dos telemóveis, até sistemas reflex que podem custar o salário de um ano!

O advento digital trouxe uma democratização da fotografia, elevando a sua conspicuidade a níveis nunca vistos! Facto paradoxal, atendendo a que uma máquina fotográfica digital é mais cara que o modelo equivalente de película e que, apesar da evidente poupança na revelação de rolos e impressão em papel das fotos, há ainda a adquirir toda uma parafernália de novos acessórios – cartões, leitores, cabos, adaptadores, baterias, discos externos, software e ainda um computador à altura.

Nas próximas linhas irei então viajar pelo panorama atual das opções que se apresentam a quem se deseje equipar com as ferramentas adequadas à fotografia de viagem. Da SUA viagem, porque são também muitos os tipos de viagem! Tendo em atenção uma máxima que ouvi e não esqueci, há muitos anos, de um mestre da fotografia: “a grande maioria das máquinas é melhor que a grande maioria dos fotógrafos”! Ou seja, por mais que nos queiramos convencer de que precisamos urgentemente de uma nova peça de equipamento (seja a que nível estivermos, e nem os profissionais escapam a tal), será difícil esgotar totalmente as capacidades de uma dada máquina, pelo que raramente essa “necessidade” o é na verdade!

Mas a luxúria fotográfica a muitos assola, pelo que, para melhor estruturar este périplo virtual, o dividirei em três conjuntos, respeitantes a outros tantos tipos de máquinas, das mais simples para as mais complexas: compactas, mirrorless e SLR, com algumas variações pelo caminho.

1. Compactas

Máquina compacta: Fuji X100TFuji X100T, uma das compactas avançadas mais atrativas do mercado

São as máquinas mais acessíveis, que têm como principais características:

O problema é que, nos últimos anos, mesmo este segmento se subdividiu:

Point and shoot, 50€ a 300€. As mais básicas e acessíveis máquinas totalmente automáticas e diminutas, com zooms relativamente pequenos e objetivas pouco luminosas. Para apenas captar o instante sem grandes preocupações funcionam, mas um bom telemóvel faz praticamente o mesmo.

À prova de água, 100€ a 400€. E também de quedas, pó e frio! Máquinas muito robustas, submersíveis e que, para viajantes mais aventureiros (ou azarados), são uma boa solução. Na prática são point and shoot numa estrutura especialmente desenhada para este fim.

Bridge, 200€ a 600€. São maiores, apresentam controlos manuais, objetivas com uma enorme gama de distâncias focais e funções um pouco mais avançadas. Muitas vezes parecem externamente SLR, pelo facto de terem punhos tridimensionais e objetivas proeminentes.

Compactas avançadas, 400€ a 3.000€. Modelos de grande qualidade de construção, com controlos manuais e botões externos para uma ergonomia e facilidade de operação ótimas, com grandes sensores e muitas vezes mais caras até que as SLR de entrada de gama! Tipicamente as objetivas são muito luminosas, o que faz uma grande, grande diferença naqueles momentos em que o dia se esgota e a pouca luz existente luta contra os píxeis! Estas são, para mim, uma excelente opção, independentemente de se ter uma máquina mais substancial para diferentes situações.

Uma compacta tem diversas vantagens: ser pequena e leve permite que a tenhamos sempre connosco. Por outro lado, ao ser relativamente barata, também não nos preocuparemos tanto se a vamos estragar, perder ou até nos cruzarmos com alguém que esteja firmemente convicto que precisa mais dela do que nós próprios!

Além disso as pessoas prestam muito menos atenção a uma câmara pequena que a um canhão. É de longe mais agressivo fotografar com uma teleobjectiva e uma máquina que, ao disparar, parece uma metralhadora, do que com algo discreto, silencioso e que deixa a cara descoberta. E, mais importante ainda, sobretudo se estivermos a falar de culturas muito distantes e em que o fosso socioeconómico seja grande, uma pequena máquina vai sempre parecer um objeto de diferenciação cultural menos intrusivo, o que nos permitirá maior proximidade com as gentes locais e ser recebido de forma mais franca e aberta.

Recomendações: Canon S120, Sony RX100 III, Lumix LX100, Fuji X100T

2. Mirrorless

Olympus OM-DUma mirrorless interessante: Olympus OM-D

400€ a 1.500€. Sem uma designação consensual, são também designadas por MILC (Mirrorless Interchangeable Lens Camera) ou EVIL (Electronic Viewfinder Interchangeable Lens). São sistemas com lentes e acessórios intermutáveis, em corpos relativamente compactos. São portanto muito mais versáteis que as compactas, partilhando algumas das suas funcionalidades:

As opiniões dividem-se. Há quem diga que é um “faz-tudo” que não faz nada bem. E quem opine que é o melhor dos dois mundos – pequenas e fáceis de utilizar como uma compacta, versáteis e com qualidade de imagem como uma SLR. Copo meio cheio ou meio vazio? Ou será um meio buraco!? Pessoalmente não uso, e a minha opinião orienta-se mais para a do primeiro grupo. Prefiro ter uma boa compacta para quando estou em viagem pessoal, e uma SLR para quando estou em trabalho.

Se só se pudesse ter uma, concedo que há mirrorless bastante interessantes. Mas para serem devidamente aproveitadas, é necessário investir algo mais em acessórios. Para além de um zoom generalista (distância focal equivalente a 24-70mm), é importante ter uma objetiva fixa de grande abertura. Quanto às marcas, tenho uma particular queda pela Fuji, pela qualidade e tridimensionalidade das imagens e pela facilidade de utilização, mas quase todos os fabricantes têm ofertas nesta gama.

Recomendações: Olympus OM-D, Fuji XT1, Lumix G/GF

3. Single Lens Reflex (SLR)

Nikon D7200Nikon D7200, uma excelente SLR de gama média

€500 a €6.000. O topo da cadeia alimentar no que diz respeito a equipamento fotográfico (utilizável em viagem, dado que existem máquinas ainda mais sofisticadas mas que estão em geral confinadas a estúdio), as SLR apresentam uma variedade quase infinita de opções, podendo ser usadas virtualmente para qualquer tipo de fotografia. Os principais elementos diferenciadores são:

O layout e ergonomia são pensados para um uso intensivo e intuitivo, com pouco recurso aos menus, e muitas vezes têm até botões personalizáveis. O visor ótico é algo que alguns rotulam como uma relíquia do passado, sem futuro, mas a verdade é que a sensação de ver efetivamente o que se está a passar à nossa frente (e não uma imagem digital disso) permite uma relação muito especial com a máquina e com o sujeito fotográfico.

Embora não sendo câmaras de filmar dedicadas, as SLR atuais permitem uma excelente qualidade de gravação, permitindo acessórios externos de áudio, importantes para quem desejar mergulhar a fundo no mundo do vídeo. Um pormenor que cada vez mais passa despercebido é o botão de profundidade de campo, que permite fazer a visualização da imagem no visor antes da foto ser tirada. E, dependendo dos modelos, estas são das mais robustas máquinas disponíveis, sobretudo se assumirem ser “weather proof”.

A grande vantagem advém, por um lado, da imensa escolha de objetivas que existe. Uma boa objetiva – que custa tanto ou mais que o corpo da máquina – pode durar décadas, um corpo anos (e poucos). O uso de flash externo avançado é também possível e recomendável. Por outro lado são grandes, pesadas, caras e ruidosas. Não há bela sem senão!

Recomendações: Nikon ou Canon. Entrada de gama: Nikon D3400, D5300, Canon 100D, 750D. Gama média: Nikon D7200, Canon 70D e 7D II. Topo de gama: Nikon D4s, D810, D750, D610, Canon 1Dx, 5D III ou 6D.

Conclusão: compactas, mirrorless ou SLR?

Ao longo dos últimos anos, enquanto fotojornalista e viajante, vim a simplificar a minha abordagem no terreno. Não faz sentido carregar 15kg de material fotográfico às costas, se depois estou tão exausto ou desconfortável que não me apetece usá-lo. Ou andar sempre a olhar por cima do ombro a ver se alguém se prepara para me aliviar da carga!

Penso que cada um deverá encontrar o equilíbrio entre os seus objetivos fotográficos, a sua forma de viajar e, claro, o orçamento disponível. Como referi acima, na minha ótica a solução ideal passa por ter equipamento complementar, que se adapte a diferentes funções. Uma máquina pequena, simples, é sempre muito útil. Mas não é suficiente para tudo. Poder-se-á dizer até que um bom telemóvel a substitui. Concordo!

Nas minhas últimas viagens à América do Sul tenho levado apenas a Fuji X100s (compacta avançada) e um iPhone 5s como backup, porque se adapta perfeitamente ao tipo de cenários que vou fotografar. Em 2014, na travessia da Amazónia, um ambiente muito mais exigente e uma viagem com objetivos profissionais mais definidos, para além da Fuji levei ainda uma Nikon D800 e três objetivas (35mm f1.4, 85mm f1.4 e 28-300mm f:3.5-5.6).

Não há portanto soluções universais. O primeiro passo é cada um definir que tipo de fotografia quer fazer, quais as características que são de maior importância para si, do que está disposto a abdicar e, dentro disto, que opções se encaixam dentro do orçamento disponível.

E, nunca esquecer, muito mais importante que o equipamento é a criatividade, a inspiração, o prazer que retiramos do ato de fotografar e que, sem qualquer sombra de dúvidas, se reflete no resultado final.

Seguro de viagem

A World Nomads oferece um dos melhores seguros de viagem do mercado, recomendados por entidades como a National Geographic, a Lonely Planet e a Hostelworld. São os que eu uso nas minhas viagens.

Fazer seguro

Este post pode conter links afiliados. Leia as políticas do blog para mais informações.



Comprar maquina digital fotografica 83
Cached
Comprar maquina digital fotografica 43
Qu puedo comprar en la Zona Franca de Tacna? Tacneos
Comprar maquina digital fotografica 18
TCNICA FOTOGRFICA I - m
Comprar maquina digital fotografica 11
Outlet Camaras Reflex Nikon D3100 cmara rflex digital
Comprar maquina digital fotografica 9
Gazin - Loja de Telefonia, Eletrodomsticos, Mveis e Muito Mais
Comprar maquina digital fotografica 10
25 Stylish Vintage Fonts - Design tuts - Envato Tuts
Comprar maquina digital fotografica 91
Comprar maquina digital fotografica 9
Comprar maquina digital fotografica 41
Comprar maquina digital fotografica 57
Comprar maquina digital fotografica 56
Comprar maquina digital fotografica 42
Comprar maquina digital fotografica 51
Comprar maquina digital fotografica 18
Comprar maquina digital fotografica 89
Comprar maquina digital fotografica 74

Site menu