Xterra costa verde 2012 fotos

Xterra costa verde 2012 fotos

Posted on março 20, 2018 by admin

Depois de sair da água em segundo lugar geral, Marcos Castelo Branco manteve o ritmo forte e garantiu o primeiro lugar em sua categoria, no Triathlon

Marcos Castelo Branco e famíliaAo lado da esposa Sandra e dos filhos, Marcos Castelo Branco se diverte a cada etapa do XTERRA. Foto: Thiago Lemos

Marcos Castelo Branco não é um novato no XTERRA Brazil. O paulista de 46 anos, morador de Alphaville, sempre foi figura constante em várias etapas do maior evento de esportes off-road do mundo. Após um ano de “férias” do clima das montanhas, ele voltou com esposa e filhos, curtiu o final de semana em Costa Verde e ainda garantiu a vitória em sua categoria (45 a 49 anos) no Triathlon, após uma performance elogiável, principalmente no mar.

A natação é o trunfo de Marcos, que foi o segundo a sair da água e confirmou a primeira vitória em 2018. É nadando que ele se aproxima dos profissionais e assume isso com certa modéstia. “Nado relativamente bem, então eu saí e tentei pegar o ritmo dos primeiros ali. Mas depois perdi posições na bike porque os profissionais pedalam muito mais forte que eu” analisou.

Com vasta experiência no mundo XTERRA, Castelo já participou, inclusive, da prova internacional, na Ilha de Maui, em 2015. Lembrando isso, o triatleta já planeja competir no XTERRA Brazil, no próximo mês de maio. “Voltei esse ano e quero fazer o circuito completo. Ia comprar o pacote para adquirir maiores descontos, mas aí descobri que a premiação da etapa dava a cortesia para a próxima. Dei sorte! Agora vou inscrever o resto da família para Ilhabela porque quero ser campeão do ranking e me divertir sempre ao lado dos filhos e da minha mulher”. Ao ser questionado sobre a possível nova participação no Havaí, ele brinca: “Comecei bem né? Com o pé direito, vamos ver, vamos ver”, responde aos risos.

Como muitos outros atletas, Castelo competia no triathlon de asfalto e o mesmo diz que participar do XTERRA foi uma grata surpresa. Depois de ter feito provas urbanas, ele garante que não tem nada como o off-road. “Eu estava querendo voltar a fazer Ironman e aí no ano passado fiz o Ironman em Florianópolis, mas depois de Floripa eu pensei: ‘Esquece. Isso não é para mim, o XTERRA é muito mais legal’, ”concluiu o atleta.

Entre todas as características do festival, Castelo cita que o melhor mesmo é a vibe familiar. Por isso ele sempre aproveita as etapas ao lado da esposa, que compete em alguma Trail Run, e dos filhos, que se divertem no Kids. O gosto pelo XTERRA não é algo exclusivo do pai. “Se perguntar para eles (filhos) aonde querem ir, eles vão falar o XTERRA”, revela.

Apesar da diversão em família, da oportunidade de viajar e passar mais tempo ao lado dos filhos, Castelo não esconde seu espírito competitivo. “Na verdade, o legal esportivamente falando, é que o XTERRA permite que amadores e profissionais larguem juntos, então vai todo mundo junto. Isso dá até para comparar sua performance com a deles e até tentar ficar próximo dos melhores. É sempre difícil, mas eu consigo”, afirma com segurança.

 

Posted in Chamada 1Tagged amador, categoria, família, Marcos Castelo Branco, paulista, profissional, Triathlon, XTERRA, XTERRA Costa VerdeLeave a Comment on Paulista retorna ao XTERRA após um ano e tem desempenho de profissional em Costa Verde

Posted on março 12, 2018março 12, 2018 by admin

O XTERRA Costa Verde foi a centésima etapa do evento no Brasil e recebeu mais de 2.500 atletas no Portobello Resort & Safári, em Mangaratiba

A largada da Trail Run 21 km. Centenas de corredores envolvidosA largada da Trail Run 21 km em Mangaratiba contou com atletas de todas as idades. Foto: Thiago Lemos

A centésima etapa do XTERRA no Brasil também foi a primeira da temporada 2018. Em dois dias ensolarados de competições na área externa do Portobello Resort & Safári, em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, o XTERRA Costa Verde contou com mais de 2.500 atletas amadores e profissionais. O festival contou com a modalidade de Aquathlon (1 km de natação + 5 km de corrida) pela primeira vez na sua história e teve resultados inesperados, com favoritos sendo superados no Triathlon, na Trail Run 21 km e no Swim Challenge 1,5 km.

Triathlon

A principal modalidade do XTERRA teve sua primeira prova do ano lotada e com resultado surpreendente entre os homens. Na categoria feminina a atual tetracampeã Sabrina Gobbo começou a nova jornada vencendo com facilidade, com mais de 9 minutos de diferença para a segunda colocada, Brisa Melcop. O paranaense Felipe Moletta, que já ganhou o ranking em seis oportunidades (2011, 2012, 2014, 2015, 2016 e 2017), travou uma disputa acirrada com o paulista Fernando Toldi, que debutou no mundo off-road com uma vitória marcante e significativa. O objetivo era diversão somente, mas agora Toldi passa a sonhar também com o título anual.

Fernando Toldi foi o grande vencedor do Triathlon em Costa VerdeFernando Toldi foi o campeão do triathlon no XTERRA Costa Verde. Foto: Thiago Lemos

“Foi divertido demais, adorei a prova e o clima do XTERRA. Agora eu vou tentar também competir pelo título, pois percebi que é possível. Obviamente não vou conseguir ir em todas as etapas porque tenho outro foco no momento, mas gostaria bastante de ser campeão, assume. “Acredito que venci no percurso de MTB, pois ali eu realmente me superei e consegui chegar bem parelho com o Moletta, tinham trechos muito escorregadios e técnicos. Como não tive o treinamento específico fiquei meio inseguro, mas me saí até melhor do que esperava. Depois eu sabia que dificilmente ficaria para trás na parte da corrida”, completa Toldi, analisando a prova.

Aquathlon

A prova inédita de 2018, o Aquathlon, teve inscrições esgotadas, com 200 atletas competindo na praia particular do Portobello. A competição foi dominada pelo carioca Eduardo Gonzalez e pela paulista Clarissa Brito, que entraram para a história do XTERRA como os primeiros vencedores. Nadadores há mais de 20 anos, Dudu e Clarissa abriram vantagem no trecho da natação e aceleraram na corrida, que teve o caminho bem escorregadio devido à quantidade de lama oriunda das chuvas em dias anteriores.

“O percurso estava muito difícil, choveu bastante nessa semana e a distância de 5 km pareceu ser 10 km na verdade. Estava bem deslizante e tive que explorar bastante a técnica. Mas foi tudo excelente, o XTERRA está de parabéns e é sempre uma viagem maravilhosa por evento. Não são 100 etapas à toa”, explicou Dudu Gonzalez, aproveitando para elogiar o formato XTERRA.

Largada do Aquathlon Costa Verde 2018A primeira prova de Aquathlon do XTERRA teve vagas esgotadas e muita festa. Foto: Thiago Lemos

Trail Runs (10 km e 21 km)

Nas Trails Runs o percurso estava extremamente desafiador, um dos mais difíceis até hoje segundo depoimento de vários corredores, que contavam aos risos a quantidade de escorregões. E o inesperado aconteceu. O atual campeão do ranking Antônio Gonçalves perdeu os 100% de aproveitamento na história do XTERRA Trail Run 21 km. Agora com 8 vitórias em 9 participações, o mineiro natural de Piau correu no sacrífico, com uma lesão por estresse na coxa direita e um tratamento prévio à base de muita injeção. Apesar da contusão, ele chegou atrás somente de Raphael Valverde. Entre as mulheres nada mudou, Geisla dos Santos, campeã de 2017, venceu com sobras e permanece sendo a candidata ao título de 2018.

Na menor distância, a Trail Run 10 km, os destaques foram Nilton dos Santos e Solange Mariano, que dominaram do início ao fim. O XTERRA Kids contou com mais de 150 crianças de até 13 anos de idade correndo em pequenos percursos de 50m a 1km. A prova finalizou o XTERRA Costa Verde num clima descontraído e familiar.

Pódio da Trail Run 21 km teve Raphael Valverde superando Antônio GonçalvesRaphael Valverde superou o sempre favorito Antônio Gonçalves nos 21 km de Trail Run. Foto: Thiago Lemos

Swim Challenge (1,5 m e 3 km)

Nas provas de natação em mar aberto os atuais detentores dos títulos entre os homens permaneceram nos lugares mais altos do pódio. Daniel Cunha (1,5 km) e Artur Pedroza (3 km) seguem sem dar chance ao azar e dominantes em suas respectivas modalidades. Nas categorias femininas, a atual vice-campeã da distância de 1,5 km, Clarissa Brito, não obteve o sucesso constante de 2017. A paulista, que triunfou no Aquathlon, chegou em terceiro lugar em sua especialidade. “Ah, fiquei um pouco triste porque tive um imprevisto com a roupa de natação e aí não pude aquecer direito. Não sei se venceria a prova, mas gostaria de ter competido com a preparação prévia de sempre”, lamentou Clarissa Brito.

A grande campeã foi a atleta profissional do Club de Regatas Vasco da Gama, Gabriela Alves, que posou sorridente com seu 1° troféu XTERRA e deu o primeiro passo rumo ao título do ranking.

Gabriela Alves, a campeã do Swim Challenge 1,5 kmA vascaína Gabriela Alves posou com seu primeiro troféu XTERRA. Foto: Divulgação vasco.com.br

O XTERRA Costa Verde, que foi apresentado pelo SESI, tem todos os resultados disponíveis no link https://goo.gl/UT7ZcC. A próxima edição do XTERRA Brazil Tour 2018 será a etapa qualificatória para o Mundial do Havaí, o XTERRA Brazil, em Ilhabela, nos próximos dias 12 e 13 de maio.

Posted in Chamada 1Tagged Antônio Gonçalves, Clarissa Brito, Eduardo Gonzalez, Portobello Resort & Safári, Solange Mariano, swim challenge, trail run, Triathlon, XTERRA, XTERRA Costa VerdeLeave a Comment on XTERRA Costa Verde 2018 teve lotação em nova modalidade e surpresas nos resultados

Posted on março 5, 2018março 5, 2018 by admin

Buscando motivação no esporte, diversão ou adquirir experiência, Fernando Toldi e Débora Boaretto chegam ao maior evento off-road do mundo

Além de ser a centésima etapa no Brasil e contar com a modalidade de Aquathlon, o XTERRA Costa Verde 2018 terá mais uma novidade: a participação de dois triatletas profissionais do asfalto, Fernando Toldi e Débora Boaretto, que se arriscarão no Triathlon off-road pela primeira vez, porém por motivos diferentes e um em comum. Ele busca se desafiar e adquirir vivência no cenário off-road, já ela está atrás de uma motivação para seguir a carreira de esportista, todavia a certeza é que ambos esperam encontrar muita diversão.

Competindo profissionalmente há quatro anos, o paulista Fernando Toldi é bicampeão do Troféu Brasil e ficou em terceiro lugar no Ironman do Equador (2015) e no Ironman da Tailândia (2017). Apesar de feitos marcantes em tão pouco tempo, Toldi reforça ser especialista no asfalto e garante que os treinamentos na natureza não são habituais, porém demonstra uma pequena ponta de otimismo.

Fernando ToldiFernando Toldi durante uma competição de Triathlon indoor. O atleta quer ter sucesso também no mundo off-road

“Não costumo treinar outdoor, apenas quando vou para São Bento do Sapucaí, onde meu avô tem uma fazenda e é excelente para a prática da modalidade. Sempre tive vontade de correr uma prova do XTERRA, testar meu nível na natureza mesmo e vou para Costa Verde sem nenhuma preparação específica, mas certamente vou curtir e ganhar muita experiência. É capaz de eu me sair bem mesmo assim, vamos ver”, supõe aos risos.

Toldi explica também que competir no XTERRA irá ajudar em sua formação de ciclista e acha importante todo atleta indoor ter um pouco de contato com as provas off-road. “O MTB ajuda a desenvolver potência e explosão por conta de percursos íngremes e acidentados, é importante para ser um ciclista completo. Aprimorar as habilidades técnicas e trabalhar a força é crucial, obviamente com cautela, pois os riscos são maiores, mas a migração para a natureza é válida aos poucos”.

Já a carioca Débora Boaretto sofreu alguns traumas durante suas pedaladas no asfalto, desde quedas resultantes em lesões graves até um assalto, em 2013, que lhe rendeu uma fratura na clavícula. Aos 32 anos de idade, Débora conta que perdeu a paixão em pedalar em provas urbanas e que o XTERRA promete ser a solução para resgatar um “romance” adormecido. “Resolvi mudar porque ando sem motivação para treinar bike no asfalto, por diversos motivos, então para me manter no esporte achei que seria uma boa alternativa. Acredito que vou me divertir bastante”, cogita a atleta.

Tricampeã brasileira de natação nos 100m peito no início dos anos 2000, alguns pódios conquistados em Ironman e até participação no Mundial de Ironman (70.3) na Áustria, em 2015. Com tudo isso Débora Boaretto já se sente realizada esportivamente, mas ainda quer reconquistar a alegria durante os treinos. A prática no MTB começou no fim de 2017 e o pouco tempo de treinamento já lhe parecem ser benéficos.

WhatsApp Image 2018-03-02 at 15.17.29Débora Boaretto quer recuperar a confiança na bike

“Fiquei com medo de furtos, acidentes, quedas, já fraturei a clavícula duas vezes e o MTB está me ajudando a recuperar a autoconfiança na bike e em mim mesma, pois com medo as reações se alteram. Além disso o é tudo muito caro nesse mundo do triathlon, cada inscrição é um absurdo, então comecei a me questionar sobre minha participação. Estou na fase de descobrir o que vale a pena ou não!  E o XTERRA, financeiramente falando, é bem mais acessível do que as provas de asfalto”, revela Boaretto.

Posted in Chamada 1Tagged asfalto, atleta, competir, Débora Boaretto, Fernando Toldi, motivação, MTB, off-road, Triathlon, triatleta, XTERRA, XTERRA Costa VerdeLeave a Comment on Triatletas do asfalto disputarão o XTERRA pela primeira vez em Mangaratiba

Posted on fevereiro 20, 2018fevereiro 20, 2018 by admin

Orfileno Bezerra encara mais de 3.000 km de viagem para participar da Short Trail Run e do Aquathlon do XTERRA Costa Verde

WhatsApp Image 2018-02-19 at 18.20.11Leno durante o XTERRA Costa Verde 2013, uma de suas experiências favoritas

No Nordeste do país, mais precisamente em São Luís, no Maranhão, vive o oficial da Força Aérea Brasileira, Orfileno Bezerra, o popular Leno. Respeitado na cidade natal, o militar é mais famoso por seus feitos extra quartel, que incluem medalha de ouro no Desafio Serra dos Matões, no Piauí, 3° lugar geral na Trail dos Ambrósios, no Paraná, 2° lugar em sua categoria no Desafio das Estrelas, em Brasília, 2° lugar na Series Ubatuba, em São Paulo, entre outros. Consegue perceber o que têm em comum, além de serem eventos de corrida? Sim, são todos bem distantes do Maranhão.

O obstinado Leno sempre gostou de viajar e participar de provas esportivas independentemente se tinha companhia ou não. Para ele, o mais importante é saciar a vontade de seu corpo e sua mente, que estão sempre em harmonia e lhe rendem boas performances sempre. Tanto empenho é elogiado por sua esposa Cristiana, com quem está há 10 anos e tem dois filhos. A paixão é tanta que o fez criar um grupo de corredores de fins de semana, o Amigos da Corrida SLZ (@amigosdacorridaslz). “O Leno é empenhado, tem muita força de vontade, gosta muito do que faz e de motivar outras pessoas”, garante Cristiane.

A história de Leno no esporte começou cedo, ainda aos 16 anos, quando iniciou os treinamentos na ginástica olímpica e logo migrou para a natação, até que recebeu um conselho de seu professor à época, o Chitão. Para o mestre, o esporte que renderia sucesso e prazer completo de seu aluno seria o atletismo. Sábia dica! Dali em diante o maranhense não parou mais de correr, principalmente longe de seu estado. Começou se aventurando em corridas de rua e até praticava triathlon, mas foi ao acaso que descobriu seu maior amor esportivo, o XTERRA.

“Foi em 2012, eu tinha ido ao banheiro e peguei uma revista O2 para folhear. Foi ali que vi um anúncio do XTERRA Camp Juiz de Fora e me encantei com a foto. Então avisei à mulher que ia para Minas Gerais para correr em um evento novo, diferente dos que eu era acostumado. Fiz a inscrição para a Short Trail Run, fui sozinho e tive um desempenho péssimo, cheguei em 184° lugar no geral, mas adorei o clima do festival, é algo mais família, a entrega de kits não é feita em um prédio como outros eventos urbanos, aquela coisa mais fechada. Aí em 2013 eu corri no Endurance de Costa Verde, fiz amigos novos, foi uma das melhores provas da minha vida”, assume Leno, de 36 anos.

WhatsApp Image 2018-02-19 at 18.20.10Em 2013 Leno fez amizade com Rosália Camargo, maior campeã da história do XTERRA Endurance

Sair de São Luís, viajar mais 3.000 km para desembarcar no Rio de Janeiro, depois ainda pegar ônibus para Mangaratiba (mais 110 km) pode parecer algo extremamente desgastante para qualquer um, porém Leno discorda em palavras e em atitude, já que se inscreveu para a inédita Aquathlon (1 km de natação e 5 km de corrida) e para a Short Trail Run (10 km), que serão disputadas nos dias 10 e 11 de março respectivamente.

“Não tem isso de cansaço! Eu amo o XTERRA e praticar esportes podendo aproveitar a natureza, curtir aquelas paisagens sensacionais é algo totalmente diferente. Vou fazer duas provas em dias diferentes, claro, mas vou para fazer meu melhor, sem pretensão de vencer ou subir ao pódio porque já estou numa fase mais ‘light’, quero aproveitar ao máximo a viagem e o ambiente. A criação do Aquathlon foi perfeita para economizar um pouco já que transportar uma bicicleta não é barato e nem fácil, então ajudou na logística também”, declara Leno, que já correu em mais de 10 estados brasileiros.

As inscrições para o XTERRA Costa Verde ainda podem ser feitas através do link https://goo.gl/CKtiZp.

Posted in Chamada 1Tagged aquathlon, assessorias esportivas, corridas, esportes, evento, Leno, off-road, Short TRail Run, XTERRA Costa VerdeLeave a Comment on Do Maranhão ao Rio de Janeiro por amor ao off-road

Posted on fevereiro 15, 2018fevereiro 15, 2018 by admin

Maior festival de esportes off-road do mundo atinge marca expressiva na abertura da temporada brasileira de 2018 e lança Aquathlon para comemorar

XTERRA Costa Verde Trail RunO XTERRA Costa Verde é rico em belezas naturais, onde o verde é frequente pelo percurso. Foto: Thiago Lemos

O 14° ano do XTERRA no Brasil será inaugurado com um grande feito, a centésima edição do consagrado evento esportivo em território brasileiro. Nos próximos dias 10 e 11 de março, na bela região de Costa Verde, em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, o XTERRA Costa Verde reunirá cerca de 3.000 atletas competindo em modalidades como Short Trail Run (10 km), Half Trail Run (21,5 km), Swim Challenge (1,5 km e 3 km), Triathlon, Kids (para crianças de 1 a 13 anos) e a inédita Aquathlon, em comemoração à edição número 100 brasileira.

As vagas do Aquathlon, que conta com 1 km de natação e 5 km de corrida, esgotaram-se em apenas duas semanas de inscrições abertas. A competição é habitual em países como França e Estados Unidos e chega como a única prova do estilo off-road no Brasil. Foi criada para atender a necessidade de atletas que desejam realizar mais de uma modalidade de uma só vez, mas não possuem uma bike apropriada.

As competições de Triathlon e Swim Challenge serão em horários diurnos, diferente dos últimos dois anos. A alteração foi elaborada tendo como base o feed back de competidores frequentes, que inspiraram uma pesquisa direcionada por parte da organização do XTERRA. A distância da Short Trail Run foi aumentada para 10 km para estender ainda mais o tempo de emoção dos corredores.

XTERRA Costa Verde Swim ChallengeO mar de Costa Verde voltará a receber os nadadores XTERRA em horário diurno. Foto: Bruno Meneghitti

O local do evento é o famoso Portobello Resort & Safári, com a decoração em harmonia com a natureza, oferecendo total conforto e situado de frente para a baía da Ilha Grande. Cercado por montanhas e com uma área de 300.000 m² para seu safári, o hotel comporta dezenas de espécies de animais, como zebras, antílopes, capivaras, búfalos, primatas e diversas aves coloridas. O cenário é perfeito para sediar um XTERRA e por tudo isso, a edição de Costa Verde é tida como uma das favoritas do público.

O XTERRA é apresentado pelo SESI e as inscrições para a etapa de Costa Verde podem ser feitas através do link https://goo.gl/CKtiZp.

XTERRA Costa Verde MTBO percurso de MTB do Triathlon passa por cenários fantásticos. Foto: Thiago Lemos

XTERRA Costa Verde – RJ
Data: 10 e 11 de março – Temporada 2018
Local: Portobello Resort & Safári – Mangaratiba, RJ
Inscrições e mais informações: https://goo.gl/CKtiZp
Cronograma: http://xterrabrasil.com.br/tour-2018/wp-content/uploads/2018/01/18_XTERRA_COSTA-VERDE_CRONOGRAMA_..pdf

Posted in Chamada 1Tagged aquathlon, atletas, competição, modalidade, Portobello Resort & Safári, Trathlon, XTERRA, XTERRA Costa VerdeLeave a Comment on XTERRA realiza centésima etapa no Brasil em Mangaratiba, RJ

Posted on fevereiro 6, 2018fevereiro 15, 2018 by admin

XTERRA Costa Verde terá Triathlon e Swim Challenge diurnos e nova modalidade em comemoração à marca

16_XTERRA_COSTA_VERDE_SABADO_HALF-TRAIL_21Km (29)As belas paisagens da região de Costa Verde serão novamente desfrutadas pelos competidores XTERRA. Foto: Thiago Lemos

No Brasil desde 2005, o XTERRA vem mostrando evolução a cada ano. Em 2018 o festival atinge um feito histórico, a marca de 100 etapas no Brasil. A centésima edição será a de abertura da nova temporada, em Costa Verde, no Rio de Janeiro, nos dias 10 e 11 de março, onde estão previstos mais de 3.000 atletas amadores e profissionais competindo nas provas de Trail Run (10 km e 21,5 km), Kids (para crianças de a 13 anos), Triathlon e Swim Challenge (1,5 km e 3 km), que voltam a ser disputadas sob a luz do sol, além da nova modalidade de Aquathlon, que junta 1 km de natação com 5 km de corrida.

As novidades para o XTERRA Costa Verde foram criadas em comemoração à primeira centena de edições e após pesquisa cuidadosamente elaborada por parte da organização do evento. A medida parece ter dado resultado, já que as vagas para o Aquathlon já se esgotaram em duas semanas de inscrições e a procura pelo Triathlon e pelo Swim Challenge aumentou consideravelmente.  Outra mudança que já vinha sendo solicitada por corredores de todo o Brasil foi atendida, que é o aumento do percurso da prova de Short Trail Run. Antes era de 6 a 7 km e agora passa a ser de 10 km, para aumentar o tempo de vivência dos atletas na natureza.

O local do evento é o famoso Portobello Resort & Safári, com a decoração em harmonia com a natureza, oferecendo total conforto e situado de frente para a baía da Ilha Grande. Cercado por montanhas e com uma área de 300.000 m² para seu safári, o hotel comporta dezenas de espécies de animais, como zebras, antílopes, capivaras, búfalos, primatas e diversas aves coloridas. O cenário é perfeito para sediar um XTERRA e por tudo isso, a edição de Costa Verde é tida como uma das favoritas do público.

O triatleta Marcelo Faro comentou sobre a etapa de Costa Verde. “Desde que passei a levar o esporte a sério, em 2015, não deixo mais de disputar a prova de Triathlon em Mangaratiba. Ano passado estava incrível num modo geral, o lugar parece mais bonito a cada ano, o mar parece uma piscina e o circuito da corrida e da bike são dentro de um Resort Safári, o que falar né? Dessa vez, com a competição de dia, o prazer e o cansaço só aumentarão, vou acelerar ao máximo e tomara que venham mais 100 edições! O XTERRA está começando 2018 da melhor maneira”, afirmou o paulista Marcelo.

_FM_4063Ao lado da mãe Maricelma, Marcelo Faro, é figura constante nas edições do XTERRA. Foto: Bruno Meneghitti

As inscrições para a etapa de Costa Verde podem ser feitas através do link https://goo.gl/CKtiZp.

Posted in Chamada 1Tagged centena, centésima, etapa 100, Marcelo Faro, paisagens, resort, XTERRA Costa VerdeLeave a Comment on XTERRA Brazil Tour chega à etapa número 100

Posted on janeiro 25, 2018fevereiro 15, 2018 by admin

Etapa terá prova de Aquathlon pela primeira vez na história do festival, além de Triathlon diurno e Short Trail Run de 10 km

20884058_1586421981410142_2135152854_o valeXTERRA Costa Verde em 2017. Foto: Emanuel Galafassi

Mais uma temporada do XTERRA está prestes a começar no Brasil. Contendo 10 etapas espalhadas pelo território nacional, o Tour 2018 será inaugurado no verão carioca, na região de Costa Verde, em Mangaratiba, entre os dias 10 e 11 de março. Que esta é uma das edições favoritas dos atletas, todo mundo já sabe, e um dos motivos é a inovação a cada ano. Desta vez, o XTERRA Costa Verde contará com as competições de Triathlon e Swim Challenge em horários diurnos. Além disso, a distância da Short Trail Run foi aumentada para 10 km e outro ineditismo fica para a nova modalidade, o Aquathlon.

Já presente em países como França e Estados Unidos por exemplo, o Aquathlon chega ao Brasil para atender a necessidade de competidores que desejavam realizar mais de uma modalidade de uma só vez. O Triathlon ou Duathlon, justamente pelo trecho com bike, impossibilita muitos corredores que ainda não possuem uma “magrela” apropriada ou ainda têm medo de quedas em alta velocidade.

“Será a primeira vez que participarei do XTERRA, já fui em algumas edições para assistir meu marido e aproveitar a viagem, mas agora não tive desculpa para não me inscrever. Treino Triathlon há seis meses e meu nível na bike ainda não é o suficiente para encarar uma prova, por isso adorei a criação do Aquathlon e vou me divertir muito com certeza, não vou preocupada em ganhar ou subir em pódio, quero curtir o esporte”, explica a potiguar Aniuska Germano, de 34 anos e que, apesar de morar em Natal, já realizou sua inscrição para o XTERRA Brazil, em Ilhabela, no mês de maio.

17_XTERRA_COSTA_VERDE (2)Largada do Triathlon em 2017, com lanternas verdes presas às toucas de natação. Foto: Thiago Lemos

Em 2017 a Arena XTERRA, montada na área externa do Portobello Resort & Safári, ficou lotada de atletas e fãs de esportes off-road. Ao todo, foram mais de 2.500 pessoas inscritas nas mais variadas modalidades. Entre elas estava o paulista Marcelo Faro, triatleta e admirador do festival esportivo. “Desde que passei a levar o esporte a sério, não deixo mais de disputar a etapa em Costa Verde. Vou para minha terceira e ano passado estava incrível num modo geral, o lugar parece mais bonito a cada ano, o mar parece uma piscina e o circuito da corrida e da bike são dentro de um Resort Safári, o que falar né? Dessa vez a competição será de dia pelo que já vi e isso só aumentará o prazer e o cansaço, vou acelerar ao máximo. O XTERRA está começando 2018 em grande estilo, com pequenas mudanças para melhor”, enfatiza.

Tida como a prova mais popular do XTERRA, a Short Trail Run, que antes tinha percurso de 6 a 8 km, agora passa a ter 10 km e será disputada no domingo, assim como a Half Trail Run (21,5 km). A mudança era algo programado e até solicitado pelos amantes de corrida, que em sua grande maioria, já se sentiam seguros para realizar alguns quilômetros a mais. Para os nadadores do Swim Challenge, o momento de mergulhar no delicioso mar de Mangaratiba também foi alterado, agora o protetor solar será indispensável, já que a largadas para as duas distâncias (1,5 km e 3 km) serão às 10h e 10h15 respectivamente, no sábado.

Inscreva-se no XTERRA Costa Verde através do link https://goo.gl/CKtiZp.

 

Posted in Chamada 1Tagged aquathlon, atletas, novidades, temporada 2018, Triathlon, XTERRA Costa VerdeLeave a Comment on Com novidades, XTERRA Costa Verde abre temporada 2018
Xterra costa verde 2012 fotos 40
XTerra 2018 estreia com marca significativa, lotao em nova
Xterra costa verde 2012 fotos 56
Veja uma galeria de fotos do XTerra Costa Verde - Webrun Corrida
Xterra costa verde 2012 fotos 44
Rodrigo Altafini e Luzia Bello vencem XTERRA Costa Verde
Xterra costa verde 2012 fotos 20
Fotop - Fotos XTerra Costa Verde - Mangaratiba - RJ
Xterra costa verde 2012 fotos 33
Nissan Xterra Costa Rica - Inicio Facebook
Xterra costa verde 2012 fotos 21
2018 XTERRA World Championship XTERRA
Xterra costa verde 2012 fotos 69
Xterra costa verde 2012 fotos 22
Xterra costa verde 2012 fotos 55
Xterra costa verde 2012 fotos 77
Xterra costa verde 2012 fotos 98
Xterra costa verde 2012 fotos 67
Xterra costa verde 2012 fotos 75
Xterra costa verde 2012 fotos 37
Xterra costa verde 2012 fotos 44
Xterra costa verde 2012 fotos 30

Site menu